Arquivo da tag: maria da penha

Parada do orgulho Hétero? Brancos sofrem racismo?

19601349_10211615980613540_3234693211533986290_n

Racismo reverso existe?
Parada do orgulho hétero faz sentido?
Por que lei Maria da Penha só para mulheres?
Confira as respostas no nosso novo vídeo do Canal E-deias

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Democracia, Direito Constitucional, Direitos Fundamentais, Direitos Humanos, Laicidade, Minorias

10 publicidades machistas que não veríamos hoje em dia

Há desde peças em que homens aparecem agredindo mulheres até outras em que elas aparecem como más motoristas

Bateram o carro? Só poderia ser uma mulher dirigindo… Abrir uma lata? Elas não conseguem… Limpar a casa? Ah, isso é com elas! Não tem café fresquinho? Ah, vão ter de ser castigadas! Ela deixou o almoço queimar na panela? Ufa, pelo menos a cerveja estava na geladeira.

Coisas como essas acima parecem absurdas (e realmente são!) nos dias de hoje. Há algumas décadas, entretanto, eram muito comuns. Tão comuns na vida cotidiana que ficaram registradas na história também pelas mãos da publicidade.

Veja abaixo algumas peças que divulgaram vários produtos antigamente e hoje, definitivamente, jamais poderíamos ver por aí.

Não tinha café fresquinho? Era esse “carinho” que o anúncio sugeria!

“É sempre bom ter uma garota cercando a casa”

“Não se preocupe, querida, você não queimou a cerveja!”

“Coloque-a onde ela merece”

“Os chefs fazem tudo, mas cozinhar, ah, para isso as mulheres foram feitas!”

Se naquele tempo se comemorasse o 8 de março, talvez vocês ganhassem presentes como esses, meninas!

Que tal uma propaganda do Ministério da Saúde dizendo que, embora pareçam limpas, algumas garotas têm Sífilis e Gonorreia, e por isso vocês, rapazes, precisam tomar cuidado com elas?

“Você pensa que uma mulher é capaz de abri-lo?”

Houve um tempo em que os homens compravam carros pensando em quão resistentes eles seriam aos acidentes causados por suas esposas…

Pronto, meninas: qual dos presentes acima vocês gostariam de ganhar? Ops! Brincadeira! =)

Muito interessante a discussão feita aqui:

Deixe um comentário

Arquivado em Direitos Humanos, Minorias